Passar para o conteúdo principal

Aqui estão duas propostas que têm como objectivo a escalada de itinerários emblemáticos de montanha a picos extraordinários, tanto na cordilheira dos Alpes como nos Pirinéus.

O ambiente de montanha único destes locais marcará de forma indelével o espírito dos participantes. A grande mais-valia de qualquer um dos programas será proporcionar um acumulado substancial ao nível da experiência de alpinismo.

Validação da inscrição

Estando os programas sujeitos a uma dependência directa de marcações ao nível de transportes, alojamentos e outros, a inscrição é validada mediante o pagamento total do custo do programa e nunca mais tarde que 45 dias antes da realização da actividade.

Alterações

Será feito um esforço máximo para realizar na íntegra o programa previsto para as propostas anunciadas ou planeadas. No entanto, as propostas podem vir a ser modificadas em função do clima, das condições das montanhas ou das condições físicas dos próprios participantes.

Os programas incluem serviços de guia e equipamento técnico geral. Não serão incluídos nos preços seguro de montanha, despesas referentes a viagens, transfers, alimentação, alojamento, teleféricos, refúgios ou qualquer outra despesa não especificada.

 

Ascensões míticas – Pirinéus

Esta actividade tem como objectivos escalar as famosas montanhas Vignemale (3298 m) e Taillon (3146 m), envoltos pelo sempre mágico ambiente invernal. Serão utilizadas vias de ascensão que já atingiram um carácter mítico, tendo como pano de fundo um dos locais mais “alpinos” e selvagens da cordilheira dos Pirinéus.

No pico Taillon, teremos a oportunidade de escalar alguma das goulottes da sua face Oeste, como a Goulotte Quintana ou o Corredor Central. Nesta montanha até a descida possui um elemento extra de interesse: a passagem pela lendária Brecha de Rolando.

Depois, subiremos o belo vale de Gaube até dar de caras com a imponente face norte do Vignemale. Aqui os nossos objectivos serão a Goulotte Lechêne ao Petit Vignemale (3032 m) e/ou o histórico Corredor de Gaube, ao Vignemale.

Existem outras opções de ascensão que poderão ser discutidas no local, em função das condições das vias, do clima ou da performance dos participantes.

Esta actividade permitirá aperfeiçoar conhecimentos, técnicas de alpinismo e de escalada em gelo.

O programa proposto tem a duração de 7 dias e está pensado para um número de dois participantes que formarão cordada com o monitor.

Será garantido um serviço técnico especializado e altamente personalizado onde serão transmitidos todos os elementos que permitirão realizar as ascensões com o máximo de segurança possível.

Pré-requisitos: experiência prévia de alpinismo, escalada em gelo, frequência de um curso de escalada em gelo ou de aperfeiçoamento de alpinismo.

É bastante aconselhável possuir boa forma física, ao nível cardiovascular.

É imprescindível possuir seguro de montanha.

Período ideal: de Fevereiro a Abril.

Preço: sob consulta.

 

Desafio Alpes – Aresta Kufner ao Monte Branco

O programa “Desafio Alpes – Aresta Kufner ao Monte Branco”, destina-se a alpinistas que desejam experimentar uma via de alta-montanha técnica e elegante, culminando no cume do Mont Maudit (4465m) e, com a possibilidade de enlaçar com o cume do Monte Branco (4808m).

O programa previsto inicia com a ascensão de uma das mais belas montanhas dos Alpes, a Agulha de Chardonnet (3824 m.), através da sua aresta leste, a Aresta Forbes, uma via mista de dificuldade moderada. Esta será já uma actividade especial em si mesma e ao mesmo tempo servirá como uma aclimatação ideal para o objectivo posterior.

Depois de um dia de descanso e preparação, será a altura de acometer a ascensão principal da actividade, a escalada da Aresta Kufner ao Mont Maudit com 4465 metros e, caso as energias e os horários o permitam, continuar posteriormente pela via normal até ao cume do Monte Branco.

O itinerário proposto permitirá apreciar vários aspectos soberbos do maciço Alpino, bem como marcar de forma indelével o espirito dos que o realizem.

O programa proposto tem a duração de oito dias e está pensado para um número único de dois participantes que formarão uma cordada com o guia.

Será garantido um serviço técnico especializado e altamente personalizado onde serão transmitidos todos os elementos que permitirão realizar as ascensões com o máximo de segurança possível.

No programa estão incluídos alguns dias extra de forma a prever alguma margem para períodos de mau tempo.

Pré-requisitos: Este programa deve ser considerado apenas por alpinistas com uma experiência moderada em terreno de alta-montanha, com alguma experiência em escalada em rocha e/ou montanhismo Invernal e que dominem as técnicas de crampons e piolets.

É bastante aconselhável possuir boa forma física, ao nível cardiovascular.

É imprescindível possuir seguro de montanha.

Período ideal: Julho a Setembro.

Preço: sob consulta.